Luvas, aventais e máscaras para reduzir a transmissão de Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA) em ambiente hospitalar: falta de evidências sobre seus efeitos específicos

Citation: López-Alcalde J, Mateos-Mazón M, Guevara M, et al. Gloves, gowns and masks for reducing the transmission of meticillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA) in the hospital setting. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015; (7): CD007087

Que é isto?  O Staphylococcus aureus resistente à Meticilina (MRSA) é um patógeno hospitalar comum que aumenta a morbidade, mortalidade e custos da assistência médica. A transmissão do MRSA de paciente para paciente é comum em hospitais, e ocorre através de mãos, roupas e equipamentos contaminados. Considerando o grande número de pacientes com COVID-19 que precisarão de assistência hospitalar, as evidências na prevenção do MRSA podem ser relevantes.

Nessa revisão sistemática da Cochrane, os autores buscaram pesquisas de uma ampla variedade de modelos sobre os efeitos na transmissão por MRSA de qualquer pessoa no ambiente hospitalar usando luvas, aventais ou máscaras. Eles não restringiram por idioma de publicação e realizaram as buscas em Junho de 2015, mas não identificaram estudos aceitáveis.

O que funciona: Nada anotado.

O que não funciona: Nada anotado.

O que é incerto: Os efeitos específicos do uso de aventais, máscaras e luvas na transmissão do MRSA no contexto hospitalar são incertos.

Add Comment Add yours ↓

Submit a comment