Medicamentos para tratar a Síndrome de Dificuldade Respiratória Aguda (SDRA) em pacientes em estado crítico

Citation: Lewis SR, Pritchard MW, Thomas CM, et al. Pharmacological agents for adults with acute respiratory distress syndrome. Cochrane Database of Systematic Reviews 2019; (7): CD004477.

De que se trata? Alguns pacientes com COVID-19 irão desenvolver Síndrome de Dificuldade Respiratória Aguda (SDRA) e necessitarão de suporte para respirarem. O SDRA é causado por uma lesão direta ou indireta nos pulmões, e cerca de 40% das pessoas com SDRA irão morrer. É geralmente tratado numa unidade de cuidados intensivos (UCI), por vezes com ventilação mecânica, e podem ser usados medicamentos para ajudar a reparar os danos pulmonares ou a limitar a resposta do corpo à lesão.

Nesta revisão sistemática da Cochrane, os autores procuraram ensaios aleatórios de medicamentos para tratar adultos com SDRA confirmado. Não restringiram a revisão sistemática por idioma de publicação, mas excluíram estudos publicados antes de 2000. As pesquisas foram levadas a cabo em Dezembro de 2018. Foram identificados 48 estudos elegíveis (de 6299 participantes) tratados com os cinco principais tipos de agentes: corticosteroides, surfatantes, N-acetilcisteína, estatinas e beta-agonistas.

O que funciona : Os corticosteroides poderão reduzir a mortalidade por todas as causas num prazo de 3 meses e aumentar o número de dias sem ventilador até ao 28.º dia.

O que não funciona : É provável que os beta-agonistas aumentem ligeiramente a mortalidade prematura.

O que é incerto : Os surfatantes, a N-acetilcisteína  e as estatinas provavelmente fazem pouca ou nenhuma diferença na mortalidade prematura. Não é claro se os corticosteroides fazem alguma diferença para adiar (mais do que 3 meses) a mortalidade por todas as causas.

A revisão não investigou os efeitos do óxido nítrico, das prostaciclinas inaladas, da ventilação líquida parcial, dos bloqueadores neuromusculares, das intervenções nutricionais e da administração de fluidos  nem do  oxigénio medicinal.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Add yours ↓

Comments are closed.