Reabilitação física de adultos sobreviventes de doença grave após alta da UCI

Citation: Connolly B, Salisbury L, O’Neill B, et al. Exercise rehabilitation following intensive care unit discharge for recovery from critical illness. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015; (3): CD008632

O que é isto? Alguns doentes com COVID-19 vão ficar em estado crítico e vão necessitar de receber tratamento numa unidade de cuidados intensivos (UCI) e podem precisar de ventilação mecânica (VM). Pode ser iniciada uma série de intervenções baseadas em exercícios depois de terem alta da UCI para tentar ajudar na sua recuperação.

Nesta revisão sistemática da Cochrane, os autores pesquisaram por estudos a avaliar intervenções de exercício após alta da UCI em adultos que sobreviveram a doença grave e que tinham recebido VM durante pelo menos 24 horas. Não restringiram a pesquisa por data ou idioma de publicação, fizeram a pesquisa principal em maio de 2014 e repetiram-na em fevereiro de 2015. Incluíram seis testes aleatórios (um dos quais usou minimização), com um total de 483 participantes, de intervenções baseadas em exercícios realizadas só em hospitais (2 estudos), tanto em hospitais como na comunidade (1) e só na comunidade (3). Também identificaram 3 testes em curso, e a sua pesquisa de 2015 identificou 3 estudos que estão a aguardar classificação.

O que funciona: Nada a observar.

O que não funciona: Nada a observar.

O que é incerto: Apesar da reabilitação baseada em exercício iniciada após o paciente receber alta da UCI ser capaz de melhorar a capacidade funcional de exercício, os efeitos em geral das intervenções baseadas em exercício iniciadas após alta da UCI para sobreviventes de doença grave são incertos.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Add yours ↓

Comments are closed.